Colunistas

Colunistas

E foi no México que o Mundial de Fórmula 1 foi definido. 

Teve emoção, claro que teve, senão não seria Fórmula 1 não é mesmo?

Se bem que não foi aquela emoção mas a questão das posições durante a prova, fazia que todos fizessem contas para o campeonato se definir em solo mexicano ou não.

Hamilton fez o suficiente para entrar no pequeno e seleto grupo de Tetra Campeões.

Fala-se disso, ainda muito na surdina, mas o que se diz faz sentido. A Porsche rumar à Fórmula 1 em 2021, através da compra da Red Bull, sendo ela própria construtora de motores, a ‘tal’ nova fórmula 1, que está sendo discutida agora. Logicamente, para já ninguém fala dessa possibilidade, mas a verdade é que olhando para o ‘filme’, o argumento faz todo o sentido, pois há muito que o Sr. Dieter Mateschitz em desacordo com a F1 (desde 2014 para cá) e quinze anos (2005-2020) podem ser suficientes para a Red Bull entender que o seu tempo na F1 chegou ao fim.

Foi na casa da Ferrari que Lewis Hamilton se tornou líder do campeonato e mostrou que Vettel e sua equipe terão que trabalhar muito para as etapas seguintes.

Com a vitória em Monza, o britânico além vencer a segundo seguida, deu mostras de que, ele e a equipe, estão em sintonia. A começar pela estratégia e apostas nos circuitos mais rápidos e que favoreciam em tese a Mclaren e que foram comprovadas nas duas últimas disputas. 

Amigo fã do Auto Mobilismo, você se lembra quando muito se discutiu após GP da Hungria?

O último antes da parada para as férias? Por causa da troca de posições protagonizadas pela Mc Laren?

E não é que a temporada da Fórmula 1 esta ganhando emoção.

Sim, está e o responsável por isso é o companheiro de Hamilton que até admitiu que a temporada de seu " parceiro " é melhor.

Bottas que venceu na Áustria, entra na concorrência ao título da temporada.Se bem que, mesmo vencendo trouxe com ele, Vettel que, mesmo com o segundo lugar, lidera e ainda respira aliviado o que já não se pode dizer de Hamilton com a sua quarta colocaçãoe respira por aparelhos.