Sucessora da California T, Ferrari Portofino estreia com 600 cv

Sucessora da California T, Ferrari Portofino estreia com 600 cv

Foto de Portal F1

Modelo de "Entrada" da Ferrari tem motor V8 Biturbo de 600 CV

Revelada poucos dias antes da abertura do Salão de Frankfurt, a mais nova máquina conversível da Ferrari finalmente estreia de forma pública na tradicional mostra alemã. Apontado como sucessor direto da California T, o modelo chega ao mercado carregando o batismo Portofino (homenagem a uma das mais belas cidades da Itália) e equipado com motor V8 de 600 cv. No estande da marca, dois exemplares chamam atenção logo de cara, sendo o primeiro prateado e o segundo pintado num chamativo tom de vermelho (cor tradicional da casa de Maranello).

Conforme detalha a marca, o motor de 600 cv e 77,5 kgfm de torque (emprestado da 488 GTB) é capaz de levar o roadster de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos, com máxima de mais de 320 km/h e consumo médio na casa dos 9,5 km/l. São números ligeiramente melhores que as cifras alcançadas pela California T (equipada com motor de 560 cv). Ainda na comparação com a antecessora, a nova máquina traz direção mais precisa, amortecedores com molas internas e maior sensação de conforto a bordo. 

Ferrari Portofino live in Frankfurt

Ferrari Portofino live in Frankfurt

Ferrari Portofino live in Frankfurt

Na cabine, o destaque fica por conta do sistema multimídia da Ferrari com tela de 10,2” sensível ao toque. Curiosa é a presença de uma tela secundária do lado do passageiro, capaz de transmitir algumas informações sobre o carro. São novos ainda o volante e os bancos, assim como o sistema de ar-condicionado mais eficiente (tanto com a capota aberta quanto fechada). Por fim, um novo defletor de ar reduz o barulho do vento dentro da cabine em quase um terço.

Fotos: Motor1.com

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.