Márquez se diz “triste” após ter queda comemorada em Misano

Márquez se diz “triste” após ter queda comemorada em Misano

Foto de Portal F1

Vencedor do GP de San Marino, piloto espanhol caiu no warm-up e foi mal recebido pela torcida italiana

Marc Márquez se confessou triste após ver sua queda durante o warm-up deste domingo, ocorrido quatro horas antes da corrida em Misano, aplaudido pela torcida italiana. Na ocasião, Márquez ironicamente mandou beijos para a torcida.

Na corrida, após vencer em uma manobra em cima de Danilo Petrucci da Pramac Ducati na última volta, o piloto foi bastante vaiado no pódio após os fãs invadirem a pista para a celebração. Refletindo após tudo, Márquez se disse chateado com a recepção.

"Isso realmente me deixa triste", disse Marquez. "Porque, quero dizer, no pódio eu posso entender, mas o que não consigo entender é quando você cai e a arquibancada comemora”.

"Quero dizer, quando caímos nós estamos andando a 300 km/h na pista. Estamos além do limite e nossa vida está lá. Podemos nos machucar.”

"Espero que no futuro no mínimo os meus fãs nunca façam isso com nenhum piloto. Porque a sensação não é boa."

Acidente no warm-up foi "aviso"

A vitória de Márquez sobre Petrucci o leva de volta à liderança do campeonato com cinco provas para o fim. Ele está empatado com Andrea Dovizioso com 199 pontos.

O espanhol acrescentou que seu acidente durante o aquecimento foi um "aviso" para a corrida e que ele não forçou durante a batalha com Petrucci, apesar de ter tido a oportunidade de passa-lo antes da volta final.

"O acidente no warm-up foi um bom acidente. Porque, senão, eu iria cair na corrida", disse Márquez.

"Esse acidente me deu um aviso. Estava apenas tentando seguir Danilo, bem quieto. Talvez às vezes eu tivesse um pouco mais de ritmo, mas sempre tentei controlar. E, na última volta, eu preparei muito bem. Quando faltavam três voltas, já tive a possibilidade de ultrapassá-lo, mas pensei: ‘não quero lutar com Danilo aqui, em Misano’. É por isso que eu ultrapassei ele e dei 100%.”

Fonte: Motorsport